Seven Days of Life – O projeto

Seven days of life · Deixe um comentário 

Já há alguns anos, trabalhando como fotógrafa de famílias e buscando imagens esteticamente bonitas, vibrantes e felizes, comecei a me questionar sobre uma série de fatores ligado à maternidade e a uma realidade que acontece somente dentro das lares.
Acho que esta busca faz parte do amadurecimento profissional (que bom que ele vem) e me trouxe questões relacionadas ao meu próprio momento de maternagem.
Eu conheci este termo [maternagem] há alguns meses atrás, durante as minhas pesquisas sobre o puerpério e achei fantástico e muito pertinente a uma etapa importante da vida da mulher.
Uma simples palavra criada para resumir esse período de amor arrebatador e dedicação intensa ao filho!
“O que você tem feito? – Estou maternando” Achei lindo!

Bom.. mas voltando à minha maternagem, eu lembro que não era uma mãe descansada, disposta, maquiada e com aparência saudável como as mamães que fotografo no dia da sessão newborn, em meu estúdio. Pelo contrário.. estava destruída, cansada, com dores, com dúvidas! Eu chorava à toa e achava que a privação de sono imposta pela rotina com o Leozinho, era a pior parte!
No início, eu tive dificuldades (e muitas dores) com a amamentação, com o uso da cinta e sobretudo com os cuidados com o meu bebê. Eu tinha o momento do banho como um reencontro comigo mesma e possibilidade de ficar a sós com aqueles sentimentos todos! Passei dias de roupão pela casa, cabelo amarrado, olheiras, chinelo, achando que minha vida se resumiria para sempre naquela rotina. Era bom! Mas também era dor!

Claro que eu também fui (e sou) uma mãe orgulhosa da sua cria e pude perceber aquela amor imenso crescendo dia após dia, mas também, a cada noite acordada ao lado do berço, a cada cólica, a cada fralda trocada.
E eu realmente fui entendendo que o amor se constrói assim, nos momentos incrivelmente lindos e também na árdua rotina de cuidar de um pequeno milagre que a gente teve a honra de colocar no mundo!

Lembro que a primeira semana com o bebê em casa foi caos! Primeiro porque essa visão romântica da maternidade, que é natural existir quando estamos grávidas do primeiro filho, veio simplesmente por água abaixo quando cheguei em casa!
A maioria das coisas que eu planejei, mudou num piscar de olhos e começou a ter as regras ditadas pelo reizinho do pedaço!
E lá vamos nós, tentando reorganizar esse caos em meio a mamadas, fraldas, dores e amores!

Quando o Léo completou 7 dias de vida, eu tive que encarar a rua e o mundo (que parecia incrivelmente maior) com a primeira consulta ao pediatra! Foi um momento de criar coragem, de tirar o roupão, buscar uma alternativa de roupa que entrasse no corpo que não era mais de uma mulher grávida, mas que também era um corpo estranho ainda desconhecido pra mim e enfim, começar a tocar a vida novamente! Filho, casa, mercado, família, amigos.. A vida ia continuar!

Esses 7 primeiros dias foram loucos, intensos, emocionante, difíceis e inesquecíveis pra mim!
Foi um período de quase anestesia na minha vida..
Tenho poucos registros da minha rotina porque fui atropelada pelo turbilhão de novidades e dúvidas!
Mas lembro como se fosse hoje, daqueles olhinhos começando a me encontrar, daquele amor me invadindo e da certeza que minha vida seria ainda mais feliz com meu novo amor!

Por isso criei o projeto “Seven days of life” onde posso registrar uma realidade linda, intensa e por vezes dolorosa, dessas mães que acabaram de chegar em casa com os seus bebês!
Eu gostaria que essa rotina fosse fotografada, para que as mulheres pudessem lembrar de toda essa intensidade e dos detalhes que fizeram a vida acontecer nos primeiros dias!

Para isso, convidei a Mariana Brancatte, que escreve lindamente as histórias da sua vida no blog http://www.mamiemais.com, para participar deste projeto comigo!
Nos conhecemos quando fotografei a sua primeira gestação e todo o primeiro aninho da Nina, e nunca mais nos afastamos! =)
Hoje ela é uma querida amiga e topou, de coração e alma, encarar todo esse desafio comigo!

Eu queria alguém corajosa, disposta, livre de pudores ou pré-conceitos e encontrei nessa mãe linda, toda a verdade que eu queria fotografar! Foram dias incríveis ao lado dela e da sua família, enquanto curtiam e descobriam o pequeno Yuri, recém-chegado!

O projeto “Seven days of live” consiste em registros diários da rotina da primeira semana do bebê e todas as alegrias e descobertas da família! Mas o foco é a mãe, a mulher, a heroína que encara todos os desafios com muita força e com um amor imenso!

Nos próximos posts, vamos falar sobre cada um destes dias! =)
Acompanhe!
Bjs


Eu, cansada e feliz, maternando em fevereiro de 2004! <3

Conheça cada dia do projeto com esta família:
O nascimento
Day 1
Day 2
Day 3
Day 4
Day 5

Deixe um comentário

  • No Twitter